TUDO é o mínimo que tenho que dar.

11 06 2012

Tive uma epifania.

Uma semana se passou desde a última postagem, mas muitas coisa incríveis aconteceram e uma dalas me levou a lembrar desse vídeo. A um bom tempo já tinha visto esse vídeo, lembro que no dia que vi passei o dia pensando nele. Pensando pelos quais eu faria e os que não faria isso se preciso fosse.

Lembrei também da história que me foi contada por um pastor americano em um culto.A história se tratada de um pai e uma criança que eram da igreja a um bom tempo. Um certo dia resolveram pescar e a criança pediu ao seu pai para convidar um de seus amigos como companhia, pois a muito tempo o menino já vinha falando do amor de Deus para seu companheiro e essa seria outra grande oportunidade, não só para falar do amor de Deus, mas também para experimentar um tempo de comunhão. Seu pai concordou rapidamente com a ideia e logo saíram todos juntos. O que eles não sabiam, é que aquela tarde seria decisiva para vida de cada um deles. Eles foram surpreendidos com uma tempestade enquanto pescavam, assim o barco veio a virar. Naquele momento, o pai que estava seguro em um pedaço do barco que boiava, conseguia com muita dificuldades segurar os dois meninos, porém ele sabia que teria que decidir por um dos meninos, pois os dois ele não conseguiria salvar. Naquele momento, o pai olhando para os olhos do filho entendeu a vontade dele e o largou, salvando assim a vida de seu colega.

Depois que o culto terminou e o pastor encerrou a sua mensagem sobre amar ao próximo, um certo irmou chegou para o contestar dizendo: “Pastor, essa história é muito dura. Eu não acredito que esse pai tenha preferido o amigo do seu filho do que o próprio filho… Tá certo que a criança ainda não tinha aceitado caminhar com Jesus, mas daí já é demais não optar pelo filho. Não vejo propósito de Deus nessa decisão.”

De forma muito calma o pastor olhou pra ele e perguntou: “Meu querido, você está vendo aquele senhor bem velhinho sentado alí?”

“Sim pastor. O que tem ele?”

“Aquele alí é o pai daquele menino, e eu sou o menino que ele decidiu salvar”.

Sabe pessoal, não sei como você vê essa história, mas o que eu entendo por isso é amar com TUDO que se tem. Não sei o quanto você é disposto amar os que te amam, mas amar os que nem mesmo você sabe quem são é o grande desafio. Saiba que todo amor que você dá tem um propósito. No mínimo, estamos fazendo o que Jesus mandou quando ele diz: “Ama o teu próximo como a ti mesmo.”

O meu desejo é que não só você, mas todos nós, pois me incluo, possamos amar com TUDO o que temos, pois esse é o mínimo que podemos dar.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: